quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Prefeituras de Araioses, Água Doce do Maranhão e Mata Roma, aparecem com irregularidades na aplicação de recursos federais, diz CGU


Informações do jornalista Itevaldo Junior

O Maranhão originou vários  processos de Tomadas de Contas Especiais (TCEs), em 2015, por conta de irregularidades na aplicação de recursos federais, segundo a Controladoria Geral da União (CGU). A malversação do dinheiro público no estado chegou a R$ 199,78 milhões no ano passado. Na região do Baixo Parnaíba, os municípios que mais tiveram TCEs instauradas foram: Araioses (7), Água Doce do Maranhão (6) e Mata Roma (5).

Entre as causas motivadoras de instalação de TCEs, a mais frequente em 2015 no Maranhão foi a impugnação de despesas ou seja irregularidades na comprovação dos dispêndios do convênio, tais como notas fiscais idôneas, pagamento irregular de gastos, superfaturamento na contratação de serviços  e obras. Em seguida aparece a omissão na prestação do dinheiro federal. 

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

DESTAQUE

Mensagem da prefeita Thalita Dias e da secretária de educação Rosária Dias aos professores aguadocenses

Neste dia 15 de outubro, mais uma vez, somos chamados à refletir sobre o que é ser professor hoje: tempos  de profundas transformações, de...