quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Descoberto de onde saiu o tal gerador “Grátis” da Prefeitura


Depois de descobrir sucessivos gatos feitos na prefeitura de Araioses, a CEMAR cortou a energia e retirou de vez a os fios da rede elétrica. Para não parar por completo com o funcionamento dos serviços, dias depois do último corte, um gerador foi instalado para fornecer energia elétrica aos órgãos que funcionam no prédio da Prefeitura de Araioses.


Na ocasião foi dito por um secretário parente da prefeita, que o gerador era de Manin Leal e que ele tinha cedido para ser usado pela prefeitura a custo zero.
Ocorre que agora com a equipe de transição do novo governo, descobriu-se que o gerador não é de Manin Leal e sim do Hospital Maternidade Nossa Senhora da Conceição. Sendo verdade, ele não deve ser retirado de onde se encontra que não seja para o seu devido lugar, o Hospital do Município.
Ainda nessa linha de raciocínio, o seu uso em lugar errado caracteriza desvio de função o que contraria a lei e os responsáveis devem ser punidos.
É bom ficar de olho, pois há informações de que muita coisa – objetos e documentos – já estão sendo retirados das repartições até em final de semana e a noite.
Desde 1977, todos os hospitais são obrigados pelo Ministério da Saúde a manter uma fonte de energia de emergência, que assegure a continuidade do funcionamento dos equipamentos considerados vitais para o atendimento aos pacientes quando o suprimento de energia fosse interrompido.
Esta é uma medida fundamental para garantir que o atendimento aos pacientes seja realizado corretamente e com segurança.
Veja o documento onde a prefeitura contesta o o gasto “0” com o gerador:

Imagens Vinícius Cros texto Daby Santos

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

DESTAQUE

Mensagem da prefeita Thalita Dias e da secretária de educação Rosária Dias aos professores aguadocenses

Neste dia 15 de outubro, mais uma vez, somos chamados à refletir sobre o que é ser professor hoje: tempos  de profundas transformações, de...