quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Bancada maranhense no Senado vota contra a prisão de Delcídio do Amaral

João Alberto (PMDB) e Roberto Rocha (PSB) votaram pela revogação da decisão do Supremo Tribunal Federal. O senador Edison Lobão (PMDB) resolveu optar pela abstenção
Montagem João Alberto, Roberto Rocha e Edison Lobão
SENADORES JOÃO ALBERTO,ROBERTO ROCHA E LOBÃO
Os senadores decidiram na noite dessa quarta-feira, dia 25, manter a prisão de Delcídio do Amaral (PT-MS). Foram 59 votos a favor e 13 contra.
Apesar do PMDB, maior aliado do governo, ter votado em peso pela manutenção da prisão do senador Delcídio do Amaral (PT­MS), apenas o senador maranhense João Alberto, votou pela revogação da decisão do Supremo Tribunal Federal.
Entre os senadores maranhenses, João Alberto não ficou sozinho, Roberto Rocha (PSB-MA) também seguiu o voto do primeiro e decidiu contra a manutenção da prisão de Delcídio do Amaral.
Também do Maranhão, Edison Lobão (PMDB­-MA) foi o único senador a abster-se do voto.
A manutenção da prisão de Delcídio teve que ser votada devido ao artigo 53 da Constituição, que prevê que os membros do Congresso Nacional só podem ser presos em flagrante de crime inafiançável.
O IMPARCIAL
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

DESTAQUE

Mensagem da prefeita Thalita Dias e da secretária de educação Rosária Dias aos professores aguadocenses

Neste dia 15 de outubro, mais uma vez, somos chamados à refletir sobre o que é ser professor hoje: tempos  de profundas transformações, de...